Notícia

Medo associado a uma memória pode ser reduzido com estimulação cerebral, dizem pesquisadores italianos

Resultado de novo paradigma experimental não invasivo abre caminho para novos tratamentos para superar memórias traumáticas

Alexandra Gorn via Unsplash

Fonte

Universidade de Bolonha

Data

quinta-feira, 6 agosto 2020 12:30

Áreas

Psicologia. Psiquiatria.

E se pudéssemos mudar o impacto negativo de uma memória que, quando lembrada, gera medo? Uma equipe de pesquisa da Universidade de Bolonha, na Itália, conseguiu desenvolver um novo paradigma experimental e não invasivo aplicado a esta questão. O resultado do estudo – publicado na revista científica Current Biology – é um protocolo inovador que combina condicionamento aversivo – ou seja, um estímulo ao qual um evento desagradável está associado, gerando assim uma memória negativa – com a neuroestimulação de uma porção específica do córtex pré-frontal.

Dessa maneira, a memória do evento aversivo é modificada de tal maneira que não gera mais medo quando é lembrada. “Usando esse procedimento experimental, que combina estimulação cerebral e reconsolidação da memória, conseguimos modificar uma memória aversiva que os sujeitos haviam aprendido no dia anterior”, explicou a Dra. Sara Borgomaneri, pesquisadora do Departamento de Psicologia da Universidade de Bolonha e primeira autora do estudo. “Este é um resultado com implicações importantes para a compreensão dos mecanismos da memória, o que também poderia nos permitir desenvolver novos tratamentos para lidar com as memórias traumáticas no futuro”.

As memórias podem ser modificadas?

No centro do trabalho dos pesquisadores está a reconsolidação, um processo que serve para manter, fortalecer e modificar as memórias que já estão armazenadas na memória de longo prazo. “Cada vez que uma memória é recuperada, ela pode voltar a ser editável por um período limitado de tempo”, explica o pesquisador Dr. Simone Battaglia, também do Departamento de Psicologia da Universidade de Bolonha e coautor do estudo. “Aproveitando esse curto espaço de tempo, o paradigma experimental que desenvolvemos consegue, portanto, interferir na reconsolidação de memórias aversivas aprendidas anteriormente”.

Para conseguir “apagar” o medo associado à memória negativa, os pesquisadores usaram uma técnica chamada Estimulação Magnética Transcraniana (TMS, da sigla em inglês) que, graças a uma bobina colocada na cabeça, permite criar um campo magnético capaz de modificar a atividade neural de áreas cerebrais específicas. A TMS é uma técnica não invasiva (não envolve operações cirúrgicas ou outras ações diretas sobre os sujeitos envolvidos) e, por esse motivo, é amplamente utilizada tanto no campo de pesquisa quanto no campo clínico e de reabilitação.

“Graças ao uso dessa técnica, conseguimos alterar a funcionalidade do córtex pré-frontal, crucial para a reconsolidação de uma memória aversiva. Dessa forma, com a TMS, conseguimos obter resultados semelhantes aos que até agora só podiam ser feitos através da administração de medicamentos”, concluiu a Dra. Sara Borgomaneri.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Bolonha (em italiano).

Fonte: UNIBO Magazine, Universidade de Bolonha. Imagem: Alexandra Gorn via Unsplash.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2020 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account