Notícia

Lagartas podem guardar o segredo de um novo tratamento para a osteoartrite

Estudo verificou que há um aumento da expressão do fator de poliadenilação associado à inflamação sinovial na osteoartrite

Shutterstock

Fonte

Universidade de Nottingham

Data

segunda-feira, 18 março 2019 10:20

Áreas

Farmácia. Ortopedia. Saúde Pública.

Uma substância de um fungo que infecta lagartas poderá oferecer uma nova esperança de tratamento para quem sofre de osteoartrite, de acordo com uma nova pesquisa científica.

A cordicepina  é um composto ativo isolado do fungo da lagarta Cordyceps militaris e provou ser eficaz no tratamento da osteoartrite, bloqueando a inflamação de uma nova maneira, através da redução de um processo chamado poliadenilação. A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, e apoiada por financiamento da entidade filantrópica Versus Arthritis. Os resultados foram publicados na revista Scientific Reports.

A Dra. Cornelia De Moor, da Faculdade de Farmácia da Universidade de Nottingham, conduziu o estudo e explicou: “O composto natural cordicepina é derivado de um fungo da lagarta que é famoso no Extremo Oriente pelas suas propriedades medicinais. Neste artigo, mostramos que a cordicepina administrada por via oral reduz a dor e interrompe a progressão da doença em modelos animais de osteoartrite. Curiosamente, isso é feito por um mecanismo diferente do que qualquer outro analgésico anti-inflamatório conhecido, afetando o último passo na formação do RNA mensageiro, a poliadenilação. Isso significa que os medicamentos derivados da cordicepina podem ajudar pacientes para os quais outros tratamentos falharam. Esperamos que a cordicepina venha a ser o início de uma nova classe de analgésicos, os inibidores da poliadenilação. Há um longo caminho a percorrer antes que um medicamento derivado de cordicepina chegue aos pacientes, mas nosso trabalho é muito promissor e estamos muito entusiasmados com as perspectivas ”.

 Reduzindo a dor e os danos

A osteoartrite (OA) é uma doença articular crônica relacionada à idade comum, com aproximadamente um terço das pessoas com mais de 45 anos em busca de tratamento para a doença. Na osteoartrite, a cartilagem torna-se escamosa e áspera, e pequenas partículas se soltam no fluido que lubrifica a articulação, o chamado fluido sinovial. Isso causa irritação e inflamação da membrana sinovial. A perda de cartilagem deixa os ossos desprotegidos e vulneráveis ​​a danos.

Neste novo estudo verificou-se que há um aumento da expressão do fator de poliadenilação CPSF4 associado à inflamação sinovial na osteoartrite. O CPSF4 e outro fator de poliadenilação são necessários para a ativação das principais células inflamatórias, os macrófagos. A administração de cordicepina reprime a atividade dos fatores de poliadenilação e suprime a inflamação em macrófagos. O tratamento com cordicepina reduziu o comportamento da dor e danos estruturais em camundongos com osteoartrite, evidenciando o papel da poliadenilação na progressão da osteoartrite, expressão gênica inflamatória e dor.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Unviersidade de Nottingham (em inglês).

Fonte: Jane Icke, Universidade de Nottingham. Imagem: Shutterstock.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account