Destaque

Aplicativo, ainda em testes em estudo clínico, usa terapia cognitivo-comportamental para ajudar a gerenciar a insônia

Fonte

Universidade Flinders

Data

quarta-feira. 22 junho 2022 17:10

Um aplicativo desenvolvido para tratar a insônia sem o uso de medicamentos, disponível apenas na Austrália por meio de um estudo clínico da Universidade Flinders, recebeu uma recomendação oficial do National Institute for Health and Care Excellence (NICE) do Reino Unido.

As diretrizes do NICE fornecem orientação e conselhos nacionais para melhorar a saúde e a assistência social na Inglaterra. O recente relatório do NICE afirma que o aplicativo Sleepio é um tratamento seguro e eficaz para pessoas que sofrem de insônia e pode reduzir o número de prescrições de medicamentos como zolpidem e zopiclone, que podem se tornar viciantes.

Após a notícia, o Dr. Alexander Sweetman, pesquisador do Adelaide Institute for Sleep Health da Universidade Flinders, está pedindo aos médicos de clínica geral australianos e pessoas com insônia que entrem em contato para saber como o aplicativo pode ser acessado na Austrália. “Atualmente, o Sleepio está disponível apenas na Austrália por meio de um estudo clínico, por isso é importante que os médicos estejam cientes de que é uma opção e os pacientes podem ser encaminhados ao programa e assistidos”, disse o Dr. Sweetman.

“Nossa pesquisa anterior mostrou que a Terapia Cognitivo-Comportamental para insônia é o tratamento mais eficaz para a insônia e o Sleepio é uma versão autoadministrada disso”, continuou o pesquisador.

A terapia cognitivo-comportamental funciona visando as causas psicológicas, fisiológicas e comportamentais subjacentes da insônia, em contraste com os medicamentos, que simplesmente tratam os sintomas.

Por meio do estudo clínico, o Dr. Alexander Sweetman pretende desenvolver o software central junto dos médicos, para ajudá-los a identificar e encaminhar pacientes para o programa especializado de terapia cognitivo-comportamental digital para insônia.

“Atualmente, o tratamento mais comum para a insônia na Austrália são medicamentos sedativo-hipnóticos, ou pílulas para dormir, que são potencialmente viciantes e não são eficazes em longo prazo. Em vez disso, temos um tratamento com terapia cognitivo-comportamental, comprovadamente eficaz em vários estudos clínicos em todo o mundo. Só precisamos fornecer aos médicos mais informações, diretrizes e ferramentas acessíveis, bem como opções de referência e tratamento para ajudá-los a ajudar seus pacientes a gerenciar a insônia”, disse o Dr. Sweetman.

A insônia é um distúrbio comum e debilitante que pode afetar a saúde e o bem-estar físico e mental de uma pessoa. Os sintomas incluem demorar muito tempo para adormecer ou acordar com frequência durante a noite e não se sentir descansado no dia seguinte.

Atualmente, 45 médicos estão participando do estudo australiano Sleepio e já encaminharam 200 pacientes. O teste continuará oferecendo o aplicativo para médicos e pacientes ao longo de 2022. “Até agora, os pacientes relataram melhora nos sintomas de insônia e uma redução de cerca de 40% no uso de pílulas para dormir”, concluiu o Dr. Sweetman.

Acesse a notícia completa na página da Universidade Flinders (em inglês).

Fonte: Universidade Flinders.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account