Notícia

Equipe da UFMG identifica grupos neuronais associados à febre emocional

Fenômeno é insensível a tratamentos com anti-inflamatórios e antitérmicos

Divulgação, UFMG

Fonte

UFMG | Universidade Federal de Minas Gerais

Data

terça-feira, 4 setembro 2018 10:40

Áreas

Fisiologia. Neurociências.

Diante da iminente necessidade de falar em público, muitos experimentam uma sensação de calor intenso, que pode ser acompanhada de transpiração e rubor da pele. Especialmente no caso de crianças em contexto de estresse emocional contínuo, as respostas do organismo podem resultar na chamada febre psicogênica, fenômeno insensível ao tratamento com anti-inflamatórios e antitérmicos.

“A febre causada por estresse  é de difícil diagnóstico e tratamento. Embora, tecnicamente, não seja considerada uma patologia, está associada ao aumento dos períodos de internação”, explica a Dra. Natália Machado, pesquisadora do Departamento de Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pós-doutoranda em Neurociências na Universidade de Harvard.

Natália Machado é a principal autora do artigo A Glutamatergic Hypothalamomedullary Circuit Mediates Thermogenesis, but Not Heat Conservation, during Stress-Induced Hyperthermia, publicado em julho na revista científica Current Biology. Por meio da investigação do efeito do estresse em camundongos, o estudo, abordado em matéria publicada na edição 2.030 do Boletim UFMG, identificou os neurônios que regulam a temperatura e a febre emocional. “Há um circuito central específico para produção de calor e, aparentemente, também para o rubor que ocorre em situações de estresse”, esclarece a neurocientista.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da UFMG.

Fonte: Matheus Espíndola, Boletim UFMG. Imagem: Divulgação UFMG.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account