Notícia

Nova empresa do Inatel Startups desenvolve assistente virtual para pacientes em leito hospitalar

Projeto pretende a otimizar tempo e recursos dentro das instituições hospitalares

Divulgação, Amiko Soluções

Fonte

Inatel | Instituto Nacional de Telecomunicações

Data

terça-feira, 31 maio 2022 06:25

Áreas

Ciência de Dados. Computação. Empreendedorismo. Enfermagem. Engenharia Clínica. Gestão Hospitalar.

A Amiko Soluções, empresa incubada pelo Inatel Startups, desenvolveu uma assistente virtual que pretende desafogar o fluxo de atendimentos em leitos hospitalares. A startup projetou uma plataforma em que pacientes acamados podem realizar pedidos para a equipe de enfermagem sem ter de precisar tocar a campainha para solicitar atendimento. Por meio de um comando de voz, a equipe saberá, à distância, o que foi solicitado pelo paciente.

Segundo Roberto Pinheiro, graduado em Engenharia de Controle e Automação pelo Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel) e CEO da empresa, o projeto pretende a otimizar tempo e recursos dentro das instituições hospitalares. “Quando o hospital está muito sobrecarregado, a equipe fica perdida, porque não sabe o que o paciente solicitou. Isso desperdiça muito tempo, tanto que, às vezes, a equipe não consegue oferecer um rápido atendimento”, explicou o engenheiro.

A assistente virtual tem a capacidade de reconhecer comandos simples, como um pedido por água ou para ir ao banheiro. Por meio desses pedidos, os enfermeiros conseguem saber, sem precisar ir até o quarto, o que o paciente precisa e qual profissional designar para atender. Dessa maneira, conseguem otimizar quais solicitações são mais importantes. “Qualquer solicitação que o paciente precisar, vai ser para essa assistente, que fica ao lado do leito”, disse Roberto Pinheiro.

O protótipo também conta com um relatório gerencial onde constam as informações sobre o tempo de atendimento e quais as maiores solicitações. Por meio desse relatório, os gestores das equipes podem entender melhor como está o funcionamento de determinados setores do hospital.

A plataforma define ainda a prioridade das solicitações para otimizar os atendimentos. “A gente exibe as informações para cada equipe de uma forma estratégica, porque cada chamado tem sua prioridade. Então, a gente exibe ordenando por importância e por hora de chegada”, destacou o gestor.

O próximo passo será o teste do protótipo com pacientes em um hospital de São Paulo. A fase experimental terá duração de seis meses, e permitirá à empresa adaptar o projeto e avaliar o que pode ser modificado antes de um eventual lançamento ao mercado.

Sobre a empresa

A Amiko Soluções surgiu, ainda como um projeto, durante a 39ª edição da Feira Tecnológica do Inatel – Fetin, realizada em 2020. No ano seguinte, o projeto ingressou na Pré-incubadora da instituição. No início deste ano, o projeto, transformado em empresa, passou a fazer parte do grupo de startups incubadas pelo Inatel.

A iniciativa também faz parte do projeto Eurolab Universitas, uma parceria da multinacional farmacêutica Eurofarma com instituições de ensino do país, incluindo o Inatel. A iniciativa tem o objetivo de incentivar a busca por soluções de problemas globais a partir do desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores no setor da saúde.

Acesse a notícia na página do Instituto Nacional de Telecomunicações.

Fonte: Inatel. Imagem: Divulgação, Amiko Soluções.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account