Notícia

Professora espanhola desenvolve nova técnica cirúrgica oftalmológica

Nova técnica cirúrgica permite colocar fragmentos funcionais do timo na câmara anterior do olho de camundongos

 

Divulgação

Fonte

Universidade Católica de Valência

Data

sexta-feira, 30 novembro 2018 07:15

Áreas

Oftalmologia. Oftalmologia Cirúrgica.

A Dra. Elisa Oltra, diretora do grupo de Expressão Gênica e Imunidade da Faculdade de Medicina da Universidade Católica de Valência (UCV), na Espanha, em colaboração com o Dr. Alejandro Caicedo, Professor de Medicina da Universidade de Miami, nos Estados Unidos, desenvolveu uma nova técnica cirúrgica que permite colocar fragmentos funcionais do timo na câmara anterior do olho de camundongos. Os detalhes da pesquisa foram publicados recentemente na revista científica Journal of Visualized Experiments.

A técnica foi adaptada a partir de outros processos que utilizam a câmara anterior do olho como uma câmara incubadora de tecidos para estudos in vivo. Pela primeira vez, conseguiu-se obter imagens da migração de células progenitoras e da egressão de linfócitos T maduros na corrente sanguínea do olho.

Embora existam protocolos para o estudo do timo em estruturas tridimensionais que se replicam no corpo, tais como protocolos de reagregação celular ou cortes de tecido ex vivo, a falta de ligação à corrente sanguínea destes sistemas tem limitado até agora o estudo de fatos importantes que condicionam a maturação dos progenitores para obter linfócitos T maduros dependentes do sistema vascular.

A iris é um tecido altamente vascularizado e inervado, proporcionando as características necessárias para trazer o estudo para condições semelhantes às encontradas no indivíduo completo com a vantagem do acesso direto para observação, dada a transparência desta área. A capacidade de seguir o implante sem sacrificar o animal experimental não só reduz o número de animais necessários para testes, mas também permite pela primeira vez o estudo longitudinal de involução do timo, processo ligado ao envelhecimento e a tratamentos de  câncer, entre outros.

Além disso, a técnica vai analisar uma série de perguntas medicamente relevantes relacionados com o papel do timo, incluindo mecanismos envolvidos em processos auto-imunes, imunodeficiência e tolerância imunológica central, que são mal definidos até agora. O entendimento dos mecanismos que guiam a migração, diferenciação e seleção de timócitos poderá levar ao desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas para o tratamento de várias doenças dependentes das funções do timo, salientando a importância do método.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade Católica de Valência (em espanhol).

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Ambiental e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Ambiental, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2018 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account