Notícia

Pessoas com asma: como agir durante a pandemia

Ainda não se sabe se as pessoas com asma são mais suscetíveis a resultados graves da COVID-19, mas há algumas ações que podem minimizar o impacto de qualquer infecção viral

Shutterstock

Fonte

The Conversation

Data

segunda-feira, 13 abril 2020 18:00

Áreas

Medicina. Pneumologia.

As infecções respiratórias virais, em particular aquelas que causam o resfriado comum, geralmente desencadeiam surtos de asma. Elas são a principal razão para episódios de asma em crianças e adultos durante o outono e o inverno. Portanto, é natural para os asmáticos temerem que possam estar em maior risco durante a pandemia do novo coronavírus.

Ainda não se sabe se as pessoas com asma são mais suscetíveis a resultados graves da COVID-19. Mas há várias ações que podem minimizar o impacto de qualquer infecção viral, seja o resfriado comum ou a COVID-19.

Bom controle da asma

A asma é caracterizada por inflamação no revestimento das passagens aéreas do pulmão. Para a maioria dos adultos asmáticos e algumas crianças asmáticas, esta é condição é de longo prazo. A inflamação asmática das vias aéreas persiste com o tempo, mesmo entre ataques agudos, e contribui significativamente para os sintomas do dia-a-dia para algumas pessoas.

Se essa inflamação das vias aéreas não for tratada, pode resultar em estreitamento progressivo das vias aéreas. Ter um “bom controle da asma” é o principal ponto de partida para reduzir seu risco.

o bom controle da asma inclui:

  • ter poucos sintomas ou nenhum sintoma no dia a dia;
  • não precisar acordar durante a noite
  • não ter ataques agudos de asma e
  • ter boa função pulmonar, para realizar todas as atividades diárias normais sem qualquer limitação.

Mantenha-se saudável, minimize o risco

Para minimizar o risco de surto de vírus respiratório, incluindo coronavírus, a pessoa asmática deve:

  • tomar sua medicação preventiva todos os dias conforme prescrito
  • verificar onde está o seu inalador e se ele não está com o prazo de validade vencido
  • entrar em contato com seu médico para garantir que seu controle de asma seja o melhor possível e que seus medicamentos e doses atuais sejam apropriados
  • certificar-se de ter um plano de ação atualizado sobre asma e mantê-lo à mão
  • tomar a vacina contra a gripe.

Planos de ação escritos significam que você pode intensificar o tratamento se os sintomas piorarem. Eles fornecem orientações sobre quando iniciar tratamentos adicionais, como quando administrar um  corticosteroide anti-inflamatório (como a prednisona) ou quando entrar em contato com o serviço médico.

O médico pode ajudar a reconhecer os primeiros sintomas de um ataque ou crise de asma, escrever um novo plano e discutir a melhor maneira de gerenciar as crises de modo que esteja claro o que fazer se os sintomas ficarem mais intensos.

Seu plano de ação deve incluir conselhos para o uso de um soprador e espaçador durante uma crise de asma, mas não um nebulizador.

Durante a primeira epidemia de SARS em 2003, os profissionais de saúde ficaram doentes devido à exposição a procedimentos com produção de aerossóis, como a nebulização de medicamentos broncodilatadores. Sabe-se que o SARS CoV-2, o atual vírus pandêmico, pode se espalhar rapidamente dessa maneira e, portanto, os nebulizadores não devem ser usados ​​para tratar crises de asma em casa ou no hospital.

Um bom controle da asma maximiza as chances de que, se o asmático for infectado pelo coronavírus, a doença cause um impacto mínimo.

Se os seus medicamentos habituais para asma não estiverem mais sendo efetivos, procure um médico imediatamente. Enquanto isso, continue fazendo tudo o que puder para reduzir o risco de contrair o novo coronavírus, praticando o isolamento social e lavando as mãos com frequência.

Acesse a matéria completa na página da mídia The Conversation (em inglês).

Fonte: Dra. Christine Jenkins, professora de Medicina nas Universidades de Sydney e Nova Gales do Sul e especialista do Instituto George para Saúde Global, na Austrália. Imagem: Shutterstock.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2020 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account