Notícia

Pesquisadores desenvolvem mini rins a partir de células de urina

Desenvolvimento pode levar a uma ampla gama de novos tratamentos para pacientes renais

Divulgação

Fonte

Universidade Utrecht

Data

terça-feira, 5 março 2019 15:00

Áreas

Biotecnologia. Biologia Celular e Molecular. Nefrologia.

Graças aos desenvolvimentos revolucionários na pesquisa de células-tronco, cientistas podem cultivar mini intestinos, fígado, pulmões e pâncreas em laboratório. Recentemente, com o conhecimento das chamadas células-tronco pluripotentes, eles também conseguiram fazer isso pelos rins. Em seu estudo, os pesquisadores da Universidade Utrecht, nos Países Baixos, usaram células-tronco adultas, diretamente do paciente, pela primeira vez. As células da urina também se mostraram ideais para esse fim.

Um mini rim de laboratório não parece um rim normal. Mas as estruturas celulares simples compartilham muitas das características dos rins reais, então os pesquisadores podem usá-las para estudar certas doenças renais. “Podemos usar esses mini rins para modelar vários distúrbios: doenças renais hereditárias, infecções e câncer. Isso nos permite estudar em detalhes o que exatamente está dando errado”, explica o Dr. Hans Clevers, professor de genética molecular na Universidade Utrecht e no Centro Médico da Universidade Utrecht, e líder do grupo no Instituto Hubrecht. “Isso nos ajuda a entender melhor o funcionamento dos rins saudáveis, e esperamos que, no futuro, possamos desenvolver tratamentos para os distúrbios renais”.

Pacientes renais submetidos a transplante estão em risco de contrair uma infecção viral. Infelizmente, no momento ainda não há tratamento efetivo para isso. “No laboratório, podemos dar a um mini-rim uma infecção viral que alguns pacientes contraem após um transplante de rim”, diz a professora de Nefrologia Experimental da Universidade Utrecht, Dra. Marianne Verhaar. Podemos então estabelecer se esta infecção pode ser curada usando um medicamento específico. E também podemos usar mini rins criados a partir do tecido de um paciente com câncer renal para estudar o câncer.

Os resultados foram publicados no dia 4 de março na revista científica Nature Biotechnology.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade Utrecht (em inglês).

Fonte: Tim van Ham, Universidade Utrecht. Imagem: Divulgação.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account