Notícia

Pesquisadores coreanos aprimoram desenvolvimento de robô vestível (exoesqueleto) ‘WalkON Suit’

O mercado global para robôs vestíveis espera um crescimento anual de 41,2%, para 8,3 bilhões de dólares até 2025

Reprodução, KAIST

Fonte

KAIST | Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia do Sul

Data

sexta-feira, 28 junho 2019 14:00

Áreas

Biomecânica. Reabilitação. Engenharia Biomédica. Tecnologias Assistivas. Robótica.

Permanecer em pé e andar sozinho são movimentos muito simples, mas nobres, que separam os humanos de muitas outras criaturas. Tecnologias vestíveis e protéticas surgiram para aumentar a função humana na locomoção e manipulação. No entanto, os avanços na tecnologia de robôs vestíveis foram especialmente importantes para Byoung-Wook Kim, um jovem coreano de 22 anos que ficou triplégico após um acidente de automóvel.

Kim ficou feliz depois de ficar em pé e andar novamente, colocando o “Walkon Suit”, o robô vestível desenvolvido pela equipe do professor Dr. Kyoungchul Kong, do Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia do Sul (KAIST). Ainda mais, Kim conquistou o terceiro prêmio na corrida de exoesqueleto motorizado no Cybathlon 2016, uma Olimpíada internacional de tecnologias assistivas patrocinada pelo Instituto Federal de Tecnologia (ETH) de Zurique, na Suíça.

Agora, a equipe de Kim e do professor Kyoungchul Kong está preparada para o Cybathlon Championship 2020. O professor Kong e sua startup Angel Robotics realizaram uma cerimônia de lançamento do Cybathlon 2020 no KAIST no último dia 24 de junho. A competição de 2020 também será realizada na Suíça.

Somente pessoas com paralisia completa das pernas, decorrentes de lesões na medula espinhal, são elegíveis para participar do Cybathlon, que ocorre a cada quatro anos. Os participantes competem uns contra os outros enquanto realizam tarefas diárias usando sistemas de assistência técnica em seis disciplinas diferentes: uma corrida de interface cérebro-computador, uma corrida de bicicleta de estimulação elétrica funcional, uma corrida de prótese de braço motorizado, uma corrida de prótese de perna motorizada, uma corrida de exoesqueleto motorizado e uma corrida de cadeira de rodas motorizada. O campeonato de 2016 atraiu 66 participantes de 56 equipes representando 25 países.

Kim, que demonstrou caminhar e subir escadas vestindo o WalkON Suit disse: “Estou confinado a uma cadeira de rodas há mais de 20 anos. Eu estou acostumado com isso, então eu sinto que a cadeira de rodas é uma das partes do meu corpo. Na verdade, não sinto grandes dificuldades em realizar tarefas diárias em cadeiras de rodas. Mas sempre que lembro do fato de que nunca mais conseguirei ficar de pé com as minhas próprias pernas, fico  arrasado ”. Ele continuou: “Ainda me lembro do dia em que fiquei em pé sozinho com minhas próprias pernas com esse robê, depois de 22 anos. Foi indescritível”.

O mercado de robôs vestíveis, especialmente para robôs do tipo exoesqueleto, continua crescendo à medida que o envelhecimento da população tem sido um grande desafio em quase todos os países. O mercado global para esses robôs espera um crescimento anual de 41,2% para 8,3 bilhões de dólares até 2025. Os robôs vestíveis para idosos e para reabilitação ocupam a metade da participação no mercado, seguidos pelos robôs vestíveis para fins industriais e de defesa.

O professor Kong, do Departamento de Engenharia Mecânica do KAIST, e seus colegas desenvolveram dois robôs vestíveis em 2014: o “WalkON Suit” para paraplégicos completos e o “Angel Suit” para aqueles com deficiência parcial na capacidade de locomoção, como idosos e pacientes de reabilitação.

O professor Kyoungchul Kong disse que após 15 anos de pesquisa básica, a equipe agora é capaz de desenvolver suas próprias tecnologias assistivas. O pesquisador disse que seus robôs são movidos por drives de precisão, com algoritmos que reconhecem a intenção de movimentação do usuário. Incorporada à tecnologia de dispositivos protéticos do Hospital de Reabilitação Severance, na Coreia do Sul, sua tecnologia de controle levou à produção de um traje robótico personalizável, otimizado para a condição física de cada usuário.

Assista ao vídeo de apresentação do “Walkon Suit”:

Acesse a notícia completa na página do KAIST (em inglês).

Fonte: Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia do Sul (KAIST). Imagem: Reprodução, KAIST.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account