Notícia

Pesquisa mostra que pessoas com cirrose hepática têm prejuízo na recuperação da frequência cardíaca

Estudo foi realizado no Ambulatório de Atividade Física em Saúde, em conjunto com o Serviço de Hepatologia do Hospital Universitário da UFJF

Freepik

Fonte

UFJF | Universidade Federal de Juiz de Fora

Data

terça-feira, 26 novembro 2019 11:25

Áreas

Educação Física. Medicina. Hepatologia. Cardiologia.

Uma dissertação realizada no Programa de Pós graduação em Educação Física da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), mostrou que pacientes com cirrose hepática apresentam maior dificuldade de recuperação da frequência cardíaca após teste de caminhada de 6 minutos (TC6min), quando comparados a pessoas sem o problema no fígado. Foram avaliados 24 pacientes com a doença e 24 indivíduos saudáveis, pareados por idade e sexo. A pesquisa foi realizada por Tuany Mageste Limongi.

Segundo a pesquisadora, os resultados encontrados “foram importantes tanto para prática profissional multidisciplinar, quanto para desdobramentos de futuras pesquisas, tendo assim uma maior compreensão dessa comorbidade, para  melhorar cada vez mais a qualidade de vida desses pacientes através do exercício físico”.

O estudo também contribui para fortalecer o Ambulatório de Atividade Física em Saúde, em conjunto com o Serviço de Hepatologia do Hospital Universitário da UFJF.  Tuany explica que, no ambulatório, parte dos pacientes cirróticos atendidos são avaliados e encaminhados para treinamento físico. Os relatos das pessoas atendidas mostram, segundo ela, que o desenvolvimento deste tipo de pesquisa tem melhorado a qualidade de vida de muita gente.

Tuany destaca, ainda, que a  ideia para o projeto partiu de uma continuação da apuração feita ainda na graduação, quando fazia parte do grupo de pesquisa intitulado “ Unidade de Investigação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício (InCFEx)”. Este grupo atua para desenvolver pesquisas científicas sobre os efeitos agudos e crônicos de manobras fisiológicas, em parâmetros cardiovasculares, renais e autonômicos.

O professor e orientador da dissertação, Dr. Mateus Camaroti Laterza, avalia positivamente os resultados que, na opinião dele, são relevantes para a sociedade, especialmente por causa dos  conhecimentos obtidos que, quando comparados com os de projetos anteriores, mostram uma grande evolução da investigação científica na área.

Acesse a notícia na página da UFJF.

Fonte: Universidade Federal de Juiz de Fora. Imagem: Freepik.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2020 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account