Notícia

Parkinson: atividade física e musicoterapia auxiliam tratamento

Fisioterapia, terapia ocupacional e dança ajudam a diminuir tremores e rigidez muscular

Divulgação

Fonte

HC da Unicamp

Data

sexta-feira, 21 abril 2017 13:20

Áreas

O Ambulatório de Distúrbios de Movimento, da Neurologia do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (HC-Unicamp) realizou no dia 7 de abril um conjunto de atividades e orientações aos pacientes da doença de Parkinson, a segunda doença neurodegenerativa mais incidente no mundo.

O evento realizado em alusão ao Dia Mundial do Parkinson (10 de abril), teve como objetivo conscientizar pacientes e cuidadores, que passam por acompanhamento no ambulatório, sobre a importância de incluir atividades como fisioterapia, terapia ocupacional e dança, por exemplo, para a diminuição de tremores e rigidez muscular, principais sintomas provocados pela doença.

Durante as atividades foram estimulados movimentos de braços, mãos, pernas e da musculatura facial, uma vez que pacientes que possuem algum tipo de lesão neurológica, ao realizar atividades aeróbicas e de coordenação motora, têm avanços significativos nos movimentos.

O Parkinson é uma doença neurológica que afeta os movimentos da pessoa. Os casos mais severos podem prejudicar também a fala e a deglutição (ingestão) de alimentos. Esses sintomas são provocados pela morte ou degeneração dos neurônios produtores da dopamina.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que cerca de 1% da população mundial, com mais de 65 anos, é acometida pela doença de Parkinson. No Brasil, estima-se que há 200 mil pessoas com a doença.

Os sintomas mais comuns da doença incluem tremores, rigidez nas articulações e da expressão facial, postura corporal e cabeça inclinada para frente, perda de equilíbrio, salivação excessiva, andar arrastado e fraqueza óssea.

FonteCaius Lucilius e Caroline Roque, Assessoria de Imprensa do HC Unicamp. Imagem: Divulgação.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account