Notícia

Nova técnica pode ajudar a reparar danos nos nervos

Nova técnica para padronizar células em uma superfície é promissora para o reparo de tecido nervoso danificado

Reprodução, Universidade Princeton

Fonte

Universidade Princeton

Data

quinta-feira, 12 novembro 2020 08:10

Áreas

Biologia Molecular. Bioquímica. Neurociências.

Pesquisadores da Universidade Princeton, nos Estados Unidos – liderados pelo Dr. Jeffrey Schwartz, professor de Química, e pela Dra. Jean Schwarzbauer, professora de Biologia Molecular – desenvolveram uma técnica para aderir e alinhar células em um material macio e flexível, conhecido como hidrogel, com o objetivo de criar um suporte no qual os neurônios cresçam e forneçam orientação para as células estenderem as longas e finas projeções, ou axônios, que servem como linhas de transmissão do sistema nervoso.

“Nossa esperança é que, usando essa tecnologia, se ocorrer a reconexão do axônio, seremos capazes de ver a restauração da função [nervosa]. A lesão da medula espinhal é devastadora, e se pudéssemos resolver alguns deles, isso nos deixaria extremamente felizes”, disse o Dr. Schwartz.

Um dos principais desafios foi encontrar maneiras de fazer as células aderirem ao hidrogel, um material que consiste em um polímero sintético ou natural aquoso que se assemelha à gelatina ainda sem consistência. Para superar este desafio, os pesquisadores desenvolveram um método para aplicar uma camada adesiva celular sobre o hidrogel. Primeiro, a equipe aplica um solvente hidrofóbico (repelente de água), que permite a formação de uma camada de óxido de titânio ou zircônio na superfície do hidrogel. A próxima etapa é a automontagem de uma monocamada de fosfonato, ligada ao revestimento de óxido de titânio ou zircônio, que atrai as células. Ao mascarar inicialmente partes da superfície do hidrogel, os pesquisadores podem criar regiões ‘pegajosas’ precisamente definidas, permitindo que as células sejam padronizadas e montem uma matriz extracelular padronizada em arranjos úteis para o reparo neural.

Esta pesquisa foi apresentada no evento anual Celebrate Princeton Innovation (CPI) em novembro de 2019, que destaca o trabalho de professores e estudantes pesquisadores que estão fazendo descobertas e criando invenções com potencial para ter amplo impacto social.

Acesse a notícia completa e assista ao vídeo na página da Universidade Princeton (em inglês).

Fonte: Catherine Zandonella, Universidade Princeton. Imagem: Reprodução, Universidade Princeton.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account