Notícia

Nova técnica de ultrassom detecta problemas de circulação fetal na placenta

Avanço poderia alertar os médicos sobre a necessidade de melhor monitoramento fetal e sobre possível parto prematuro

Getty Images

Fonte

NIH | Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos

Data

segunda-feira, 10 maio 2021 06:10

Áreas

Ginecologia e Obstetrícia. Medicina.

Uma equipe de pesquisadores financiada pelo Institutos Nacionais de Saúde (NIH), nos Estados Unidos, desenvolveu uma nova técnica de ultrassom para monitorar a placenta e verificar o fluxo sanguíneo fetal prejudicado no início da gravidez. A técnica, que usa equipamento de ultrassom convencional, depende de diferenças sutis na pulsação do sangue fetal através das artérias nas extremidades fetal e placentária do cordão umbilical, permitindo aos médicos identificar anormalidades placentárias que prejudicam o fluxo sanguíneo fetal e, se necessário, antecipar o parto. Como as técnicas atuais de ultrassom, a nova técnica também pode detectar o fluxo prejudicado de sangue materno pela placenta.

O estudo foi conduzido pelo Dr. John G. Sled, médico do Hospital for Sick Children em Toronto, e colegas. Os resultados do estudo foram publicados na revista científica eBioMedicine. O Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano do NIH financiou parcialmente o estudo.

Os pesquisadores testaram a nova técnica com ultrassom em mulheres entre a 26ª e a 32ª semanas de gravidez e diagnosticaram aquelas com problemas circulatórios na parte materna ou fetal da placenta. Após o parto, os diagnósticos foram verificados comparando-os com os resultados do exame físico das placentas. Entre elas, 40 mulheres tinham placentas sem problemas de circulação, 16 tinham placentas com problemas de circulação fetal e 30 tinham problemas de circulação da placenta.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página do NIH (em inglês).

Fonte: Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH). Imagem: Getty Images.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account