Notícia

Nova pesquisa mostra como a resposta imunológica à tuberculose difere em bebês

A tuberculose ainda é uma das maiores causas de morte por infecção no mundo e os bebês têm maior probabilidade do que os adultos de contrair essa infecção e de que ela se espalhe além dos pulmões

Pixabay

Fonte

Trinity College Dublin

Data

quinta-feira, 15 abril 2021 06:20

Áreas

Medicina. Neonatologia. Pediatria.

A resposta imunológica à tuberculose difere em adultos e bebês recém-nascidos devido à forma como as células imunológicas usam a energia para entrar em ação em uma tentativa de matar a bactéria. Esta nova descoberta – publicada recentemente na revista científica Frontiers in Immunology – oferece esperança de melhorar os tratamentos para o que continua a ser uma doença mortal.

A tuberculose ainda é uma das maiores causas de morte por infecção no mundo e os bebês têm maior probabilidade do que os adultos de contrair essa infecção e de que ela se espalhe além dos pulmões. Graças ao trabalho dos cientistas do laboratório de Imunologia contra a Tuberculose do professor Dr. Joseph Keane, localizado no Trinity Translational Medicine Institute, na Irlanda, agora temos uma ideia melhor do porquê.

“Encontramos diferenças fundamentais em como as células imunológicas de um bebê respondem à tuberculose em comparação com as de um adulto e esperamos que isso eventualmente leve a novas maneiras de combater essa infecção. As células imunológicas dos bebês não têm a capacidade de alterar seu perfil energético da mesma forma que os adultos após serem expostos a bactérias. Essa mudança na energia celular é crucial para montar as respostas pró-inflamatórias que defendem o hospedeiro contra infecções. Também descobrimos que os bebês produzem menos TNF, que é um mediador inflamatório fundamental para combater a tuberculose”, explicou Cilian Ó Maoldomhnaigh, doutorando na Escola de Medicina do Trinity College Dublin.

O trabalho também destacou que uma mudança especial na forma como as células usam a energia, chamada de efeito Warburg, ocorre nas células imunológicas humanas.

Embora isso tenha sido documentado em modelos animais anteriormente, é a primeira vez que isso foi mostrado em células humanas e tanto o tempo quanto o tipo de mudanças de energia são diferentes dos descritos em células animais.

Ao compreender como o sistema imunológico usa a energia, os cientistas e médicos pretendem desenvolver tratamentos melhores para ajudar a apoiar a resposta imunológica à infecção. A Dra. Sharee Basdeo, autora sênior do artigo, está entusiasmada com o impacto que esse trabalho pode ter: “Nosso trabalho indica que a função e o perfil energético das células imunes humanas em resposta à infecção podem mudar durante o desenvolvimento infantil e com o envelhecimento. Compreender as diferenças nos perfis das células imunológicas essenciais ao longo da vida humana nos permitirá projetar terapias de suporte imunológico para ajudar a proteger as populações vulneráveis, como os muito idosos e os muito jovens, contra infecções”, concluiu a pesquisadora.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página do Trinity College Dublin(em inglês).

Fonte: Trinity College Dublin. Imagem: Pixabay.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account