Notícia

Monitoramento remoto dos sinais vitais de pacientes pode ajudar em tempos de hospitais lotados durante a pandemia

Dispositivo que permite acesso remoto pode ajudar equipe médica nos cuidados com mais pacientes

Divulgação, Entremo

Fonte

Universidade Aalto

Data

sábado, 3 abril 2021 07:10

Áreas

Bioeletrônica. Bioinformática. Empreendedorismo. Engenharia Biomédica.

Como poderia ser melhorado o monitoramento dos sinais vitais dos pacientes quando os hospitais estão cheios de pacientes com COVID-19? Um grupo internacional de estudantes, cuja inovação premiada levou à criação de uma empresa, apresentou uma solução.

‘[Durante a pandemia] percebemos que os processos de monitoramento de pacientes em hospitais são ineficientes. Eles também carecem de soluções digitais e geram tarefas manuais e administrativas desnecessárias para enfermeiras e médicos sobrecarregados”, disse Miklós Knébel, co-fundador da startup Entremo, juntamente com Péter Dános. Miklós Knébel estudou Sistemas Autônomos na Universidade Aalto, na Finlândia, e Péter Dános estudou computação visual e comunicação no Instituto Real de Tecnologia KTH, na Suécia.

Miklós Knebel e Péter Dános participaram de um projeto executado pela EIT Digital Master School, no qual os estudantes desenvolveram um novo tipo de dispositivo para monitorar os sinais vitais de pacientes. O dispositivo consiste em uma pulseira impressa em 3D que pode monitorar remotamente os sinais vitais dos pacientes, como temperatura corporal, saturação de oxigênio, pulso e frequência respiratória.

O dispositivo utiliza a tecnologia de Internet das Coisas (IoT) para enviar de forma rápida e segura os dados dos pacientes para uma plataforma de software médico. Isso permite que vários pacientes sejam acompanhados simultaneamente, aumentando a eficiência do tempo da equipe médica.

Dispositivo relata problemas em tempo real

Um benefício do dispositivo de monitoramento remoto em relação ao monitoramento manual tradicional dos sinais vitais do paciente é que a equipe médica pode notar imediatamente as mudanças na condição do paciente e agir com mais agilidade.

“Por exemplo, o aumento na temperatura de um paciente é geralmente o primeiro indicador de uma infecção, mas problemas respiratórios e outros problemas agudos também podem ser notados imediatamente com o sistema da Entremo. O tempo é muitas vezes essencial nos cuidados de saúde – portanto, quanto mais rápido uma mudança na condição de um paciente for notada, menos complicações ocorrerão”, disse Miklós Knébel.

O dispositivo é especialmente benéfico para monitorar pacientes com COVID-19, pois não requer contato próximo entre a equipe médica e o paciente. O dispositivo também é útil no cuidado de pacientes com outras doenças respiratórias.

Acesse a notícia na página da Universidade Aalto (em ignlês).

Fonte: Saana Kallioinen, Universidade Aalto. Imagem: Divulgação, Entremo.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account