Notícia

Medicamento anti-inflamatório pode tratar dependência do álcool

Estudo mostra que droga usada principalmente no Japão para tratar a asma pode reduzir o desejo da bebida e melhorar o humor

Pixabay

Fonte

Universidade da Califórnia em Los Angeles e Revista Neuropsychopharmacology

Data

terça-feira, 7 fevereiro 2017 18:55

Áreas

Psicologia. Farmacologia. Neurologia. Indústria Farmacêutica.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), nos Estados Unidos, mostraram que a droga ibudilast pode reduzir o desejo pelo álcool em pessoas dependentes e melhorar a recuperação de situações de estresse. O estudo é o primeiro a avaliar a droga como um tratamento para a dependência do álcool.

Os participantes do estudo receberam a droga (20 miligramas por dois dias e 50 miligramas nos próximos quatro dias) ou um placebo durante seis dias consecutivos. Após cerca de duas semanas de intervalo, aqueles que tomaram a droga foram mudados para um placebo por seis dias, e aqueles que estavam tomando o placebo receberam o ibudilast. Os pesquisadores descobriram que o desejo dos indivíduos por álcool era significativamente menor quando eles estavam tomando a medicação.

Além disso, as reações dos participantes foram medidas depois que eles foram solicitados a manter e cheirar um copo com sua bebida alcoólica preferida, porém sem consumi-la. Os indivíduos relataram um melhor controle enquanto eles estavam tomando ibudilast do que quando estavam no placebo.

A pesquisa avaliou 17 homens e sete mulheres que, antes do estudo, relataram beber álcool em média 21 dias por mês e beber sete bebidas alcoólicas por dia quando bebiam. No sexto dia de cada fase do estudo, os participantes receberam uma dose intravenosa de álcool – o equivalente a cerca de quatro bebidas – para testar como o medicamento interage com o álcool e se ele pode ser administrado com segurança quando as pessoas estão bebendo. (Os participantes ficaram durante a noite no Centro de Pesquisa Clínica e Translacional da UCLA, onde o estudo foi conduzido.)

Descobrimos que o ibudilast é seguro e bem tolerado“, disse a Dra. Lara Ray, professora de psicologia da UCLA e autora principal do estudo. “Este medicamento pode ser administrado com segurança, inclusive quando as pessoas estão bebendo álcool.”, afirma a pesquisadora.

Os efeitos colaterais da droga, que incluíam náuseas e alguma dor abdominal, foram leves e nenhum dos participantes abandonou o estudo. A pesquisa foi publicada na revista científica Neuropsychopharmacology, do grupo Nature.

Os pesquisadores também avaliaram a eficácia da droga, analisando quão bem e quão rapidamente os participantes poderiam se recuperar de uma situação estressante. Quando o estudo começou, os pesquisadores pediram aos participantes para descrever as fontes de estresse em suas vidas. No quinto dia de cada fase do estudo – quando os participantes estavam tomando ibudilast e novamente quando eles estavam tomando o placebo – os pesquisadores discutiram essas situações com os participantes. O humor dos participantes melhorou mais rapidamente depois de ouvir sobre suas próprias situações estressantes quando eles estavam tomando ibudilast do que quando receberam o placebo.

O tratamento pareceu ajudar especialmente aqueles que tinham sintomas depressivos, que são comuns em pessoas com dependência do álcool. A droga parece reduzir os efeitos prazerosos do álcool.

O consumo crônico de álcool eleva a inflamação cerebral em animais, e pesquisas anteriores mostraram que o ibudilast foi eficaz na redução do consumo de álcool por ratos. “Mas não se tinha a conclusão que a droga também seria eficaz em humanos”, disse a Dra. Lara Ray.

Assista ao vídeo de apresentação do estudo (em inglês):

 

Leia a matéria completa na UCLA Newsroom (em inglês).

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Fonte: Stuart Wolpert, UCLA Newsroom.  Imagem: Pixabay.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account