Notícia

Genes podem ser determinantes para o peso ao nascer

Peso ao nascer é um determinante importante da saúde infantil

Pixabay

Fonte

Universidade de Queensland

Data

terça-feira, 7 maio 2019 12:10

Áreas

Genética. Genômica. Medicina. Neonatologia.

Um estudo genético de larga escala revelou novas descobertas sobre como os genes influenciam o peso ao nascer e podem eventualmente ajudar a garantir que os bebês nasçam com um peso saudável. Cientistas da Universidade de Queensland (UQ), na Austrália, ajudaram a identificar 190 ligações entre o código genético e o peso ao nascer – dois terços delas pela primeira vez – em uma colaboração internacional liderada pela UQ e pelas universidades de Exeter, Oxford e Cambridge, no Reino Unido.

A pesquisadora da Faculdade de Medicina da Universidade de Queensland, Dra. Nicole Warrington, disse que o peso ao nascer é um determinante importante da saúde infantil. “Um baixo peso ao nascer não só pode colocar o bebê em risco de mortalidade, mas também está associado ao aumento do risco de desenvolver doenças como diabetes tipo 2 e hipertensão quando o bebê cresce”, explicou a Dra. Warrington.

A pesquisa indicou que os genes do bebê contribuíram substancialmente para o peso ao nascer. No entanto, cerca de um quarto dos efeitos genéticos identificados vieram dos genes da mãe. Esses genes influenciaram fatores no ambiente intrauterino do bebê durante a gravidez, como a quantidade de glicose disponível.

O especialista em genética estatística Dr. David Evans disse que esta foi a primeira vez que esses efeitos genéticos dos genes da mãe e do bebê foram separados. Segundo a Dra. Warrington, “é particularmente útil saber sobre as influências genéticas maternas, porque a identidade desses genes nos dá pistas sobre quais fatores, como a glicose, influenciam o crescimento fetal. Uma melhor compreensão das causas pode significar que podemos ajudar a garantir que os bebês nasçam com pesos saudáveis. Os métodos que desenvolvemos para desvincular as influências genéticas maternas e fetais sobre o peso ao nascer têm real potencial para nos dizer também sobre os efeitos do ambiente intra-uterino nos desfechos da idade avançada”, ressaltou a especialista.

“Por exemplo, bebês menores são mais propensos a ter pressão arterial mais alta na idade adulta. Nosso trabalho mostra que isso se deve a efeitos genéticos”, concluiu a pesquisadora.

Os resultados da pesquisa foram publicados na revista científica Nature Genetics.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia na página da Universidade de Queensland (em inglês).

Fonte: Universidade de Queensland. Imagem: Pixabay.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account