Notícia

Evidência de lesões cardíacas em pessoas “saudáveis” pode levar a tratamento mais eficaz

Pesquisadores examinaram amostras de sangue retiradas de 19.500 pessoas saudáveis ​​na Escócia

Divulgação

Fonte

Universidade de Glasgow

Data

sábado, 27 abril 2019 09:40

Áreas

Medicina. Cardiologia. Biomedicina.

Novas evidências de lesões cardíacas encontradas em pessoas aparentemente saudáveis podem ajudar a abrir caminho para melhorar o monitoramento de longo prazo da saúde cardíaca e abordagens personalizadas para o tratamento, dizem cientistas europeus. As descobertas foram publicadas na revista científica Circulation, com base em pesquisas realizadas nas Universidades de Glasgow, Edimburgo e Oxford,no Reino Unido, Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália e Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Os pesquisadores examinaram amostras de sangue retiradas de 19.500 pessoas saudáveis ​​na Escócia. Eles descobriram que mais da metade dos pacientes mostrou evidências de ter sofrido alguma lesão no tecido cardíaco. O estudo foi realizado como parte do estudo Generation Scotland Scottish Family Health, que começou em 2006, e coletou amostras de voluntários adultos saudáveis em toda a Escócia.

Os pesquisadores testaram as amostras em busca de evidências de troponina na corrente sanguínea dos voluntários e correlacionaram suas descobertas com pesquisas de seguimento, conduzidas em média cerca de oito anos depois, para determinar como sua saúde cardíaca futura havia sido afetada.

As troponinas são proteínas que ajudam a regular as contrações dos músculos do coração. Quando partes do músculo cardíaco são lesadas, as proteínas são liberadas na corrente sanguínea. Testes de troponina são frequentemente usados ​​em um ambiente clínico para diagnosticar se um paciente sofreu um ataque cardíaco, pois esta lesão libera grandes quantidades de troponina no sangue.

Ao examinar cada amostra, os pesquisadores aproveitaram os benefícios de novas tecnologias de teste, que agora são capazes de detectar níveis menores de troponina do que no passado.

Eles procuraram evidências de dois tipos ligeiramente diferentes de troponina nas amostras, conhecidas como troponina I e troponina T. Combinados com os resultados da pesquisa de seguimento, eles foram capazes de mostrar que as pessoas com níveis elevados de troponina I eram mais propensos a sofrer de doenças cardiovasculares, doenças coronarianas e ataques cardíacos no futuro, mesmo depois de considerar seus outros fatores de risco para essas condições. Ambos os tipos de troponina foram associados ao risco de morte e insuficiência cardíaca.

O Dr. Paul Welsh, do Centro de Pesquisa Cardiovascular da Universidade de Glasgow, no Reino Unido, é o principal autor do estudo. “Descobrimos que mais da metade das pessoas no grupo geralmente saudável tinham níveis detectáveis ​​de troponina na corrente sanguínea, sugerindo que já tinham tido algum nível de lesão cardíaca. Embora seja uma preocupação óbvia que as pessoas possam ter sofrido algum dano cardíaco sem perceber, a boa notícia é que os testes de troponina são acessíveis e já são comuns em ambientes clínicos”, explica o pesquisador.

“Pessoas com mais de 40 anos já examinam com certa frequência a pressão arterial, os níveis de colesterol e outros parâmetros. Adicionar um teste de troponina pode ser um valioso sistema de alerta precoce para identificar os tipos específicos de problemas cardíacos que eles podem enfrentar no futuro e tomar medidas para resolvê-los desde o início.Estamos empenhados em expandir ainda mais nossa pesquisa para analisar amostras do Biobanco do Reino Unido, que também incluem imagens de ressonância magnética dos corações dos pacientes e podem fornecer evidências mais detalhadas das ligações entre os níveis de troponina e os danos ao coração”, conclui o especialista.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Glasgow (em inglês).

Fonte: Universidade de Glasgow. Imagem: Divulgação.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account