Notícia

Estudo populacional espera compreender melhor como evitar doenças cardiopulmonares

Estudo realizado na Suécia com 30 mil participantes procura formas de determinar quais indivíduos correm maiores riscos de doenças cardiovasculares e pulmonares

 

Divulgação, Universidade Linköping

Fonte

Universidade Linköping

Data

terça-feira, 4 dezembro 2018 14:20

Áreas

Medicina. Cardiologia.Diagnóstico por Imagens.

Em toda a Suécia, cerca de 30 mil pessoas participaram nos últimos anos de um estudo populacional único sobre doenças cardiopulmonares. Como resultado do estudo, que é chamado SCAPIS (Swedish CardioPulmonary bioImage Study), uma base de dados única está sendo desenvolvida. Seis hospitais universitários estiveram envolvidos com a pesquisa: Göteborg, Linköping, Malmö, Stockholm, Umeå and Uppsala.

No município de Linköping, a coleta de dados está concluída e 5058 pessoas participaram do estudo. Cerca de 58% dos indivíduos convidados aleatoriamente para participar do estudo,  com idade entre 50 e 64 anos, aceitou o convite.

O estudo incluiu testes da função pulmonar, exames ultrassonográficos de artérias carótidas e cardíacas, exames de sangue e tomografia computadorizada. O objetivo é realizar descobertas que possibilitem prever e prevenir doenças cardiovasculares e pulmonares. “As pessoas podem dizer ‘já sabemos disso’. Sabemos que fumar, hipertensão e gordura no sangue são perigosos. Mas as pessoas devem lembrar que aprendemos essas coisas com esse tipo de estudo populacional de grande porte. A diferença é que agora somos capazes de refinar o diagnóstico de doenças cardiovasculares com tecnologia altamente avançada ”, argumenta o Dr. Carl Johan Östgren, diretor do SCAPIS em Linköping e professor do curso de Medicina na Universidade Linköping.

Algumas tecnologias e exames nunca foram usados ​​ou executados em uma quantidade tão grande de participantes, o que torna o estudo único.“Nenhum estudo anterior usando tomografia computadorizada na artéria coronária teve 30.000 participantes. O SCAPIS é também o maior em termos de medição da atividade física durante um período de uma semana usando acelerômetros ”, explica o Dr. Carl Johan Östgren.

O protocolo do estudo SCAPIS foi idêntico em todos os locais de estudo, para que os resultados possam ser comparáveis. Por exemplo, o mesmo equipamento de tomografia computadorizada foi usado e seu software nem sequer foi atualizado enquanto o estudo estava em andamento.

Um arquivo de computador contendo informações sobre todos os 30 mil participantes estará pronto até meados de 2019.

“Do ponto de vista da prevenção, o mais interessante será acompanhar todo o grupo no registro e acompanhar quais indivíduos realmente adoecerão com doenças cardiovasculares e pulmonares. Aqui teremos que esperar três ou quatro anos pelos resultados. ”

As organizações que financiam estudos populacionais em larga escala geralmente exigem que os dados coletados sejam disponibilizados publicamente. Isso também se aplica ao SCAPIS. “Os pesquisadores já podem solicitar acesso ao material. Em uma fase posterior, o banco de dados estará disponível tanto para pesquisadores como para o público ”,  conclui o Dr. Carl Johan Östgren.

Acesse a página do estudo SCAPIS (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade Linköping (em inglês).

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Ambiental e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Ambiental, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2018 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account