Notícia

Estudo consegue aumentar taxa de sobrevivência da leucemia na infância para 80% na Índia

Intervenção da Universidade de Manchester aumenta sobrevivência à Leucemia Linfoblástica Aguda na Índia

Divulgação, Universidade de Manchester

Fonte

Universidade de Manchester

Data

sábado, 8 junho 2019 10:40

Áreas

Medicina. Pediatria. Oncologia. Saúde Pública.

Trabalho conduzido pelo professor Dr. Vaskar Saha, pediatra da Universidade de Manchester, no Reino Unido, fez com que cerca de 80% das crianças com o câncer infantil mais comum possam agora sobreviver após o tratamento, em grandes centros em toda a Índia, graças à sua abordagem revolucionária.

O professor Vaskar Saha ajudou a curar crianças diagnosticadas com Leucemia Linfoblástica Aguda (LLA) em 15% durante os cinco anos em que liderou o estudo clínico ICICLE (Indian Childhood Collaborative Leukemia Group), em parceria com a Tata Medical Center em Kolkata, na ìndia. O  professor Saha – que divide seu tempo entre a Universidade de Manchester e o Tata Medical Center – liderou anteriormente pesquisas que ajudaram a aumentar as taxas de sobrevivência entre crianças com a doença em 10% no Reino Unido.

As taxas de sobrevivência da maioria dos cânceres na Índia são geralmente 15-25% menores do que no Reino Unido. No entanto, com o trabalho do professor Saha desafiando o estereótipo de que a cura do câncer é uma prerrogativa dos países ricos, sua pesquisa aumentou as taxas de sobrevivência em Kolkata de 65% em 2014 para 80% em 2019.

O Dr. Vaskar Saha, professor de Oncologia Pediátrica da Universidade de Manchester e Consultor Pediátrico Sênior e Diretor de Pesquisa Translacional sobre o Câncer no Centro Médico Tata, Kolkata, disse: “No Reino Unido, 450 crianças são diagnosticadas anualmente com LLA, das quais 400 sobreviverão. Na Índia, apenas 9.000 das 15.000 crianças diagnosticadas anualmente sobreviverão. “Não muito tempo atrás, quatro em cada dez crianças indianas morriam por causa das limitações do tratamento e recaídas”, afirma o pesquisador. “Se conseguirmos melhorar os resultados na Índia em 10%, mais 1.500 crianças por ano crescerão para levar uma vida normal”, continua.

Transferindo seu conhecimento para ajudar a elevar os padrões de atendimento em países  em desenvolvimento, o Professor Saha está facilitando outros centros auto-sustentáveis ​​em Delhi, Mumbai, Chennai e Chandigarh.“Com a ajuda de colegas do NHS e de todo o mundo, integramos com sucesso os diagnósticos e o monitoramento modernos aos cuidados rotineiros contra o câncer. Isso não só salva vidas, mas também economiza investimentos”, destaca o especialista.

“As crianças que não precisam de tratamento intensivo são identificadas precocemente e estamos usando ferramentas de TI para monitorar e gerenciar os pacientes, para que eles possam voltar para casa mais cedo”, explica o Dr, Vaskar.

O Dr. Mammen Chandy, Diretor do Centro Médico Tata de Kolkata, disse: “Atualmente, estamos pesquisando terapia apropriada através do projeto ICICLE, que está sendo liderado pelo Professor Vaskar Saha. O objetivo do projeto é colaborar com especialistas internacionalmente conhecidos por seus conhecimentos, que podem trazer suas habilidades e laboratórios para a Índia para o benefício da população indiana”.

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Manchester (em inglês).

Fonte: Universidade de Manchester. Imagem:  Divulgação, Universidade de Manchester.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account