Notícia

Estudo australiano pode mudar a forma como o AVC é tratado em todo o mundo

O estudo internacional envolveu 225 participantes de uma grande colaboração multicêntrica em 25 hospitais na Austrália, Nova Zelândia, Finlândia e Taiwan

Pixabay

Fonte

Universidade de Melbourne

Data

sexta-feira, 10 maio 2019 16:15

Áreas

Neurociências. Saúde Pública.

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Melbourne, na Austrália,  descobriu que o tempo para tratar pacientes com AVC isquêmico pode ser dobrado. Uma em cada cinco pessoas sofre AVC durante o sono e isso pode mudar sua vida.

O ensaio clínico randomizado EXTEND descobriu que a janela inicial de 4,5 horas a partir do início dos sintomas para a administração de droga trombolítica poderia agora ser considerada em até 9 horas, dada a evidência sólida de que ainda há eficácia para manter o cérebro “a salvo”, com base em exames de imagens.

O estudo EXTEND, liderado pelo Hospital Royal Melbourne, a Universidade de Melbourne e a Monash Health, comparou a eficácia da alteplase, uma droga trombolítica usada no tratamento do AVC isquêmico, em comparação ao placebo, para reduzir a incapacidade após o AVC. A pesquisa encontrou que na maioria dos casos, se a droga for administrada ao paciente entre 4,5 a 9 horas após o início do AVC, alta porcentagem de pacientes não terá complicações neurológicas ou terá complicações menores em relação ao uso de placebo.

O Dr. Stephen Davis, professor de neurociência translacional da Universidade de Melbourne e diretor do Centro do Cérebro no Hospital Royal Melborune, disse que o estudo descobriu que a droga alteplase pode mudar a vida de pessoas sujeitas ao AVC isquêmico. O estudo foi publicado na revista científica New England Journal of Medicine.

“Nosso estudo usou imagens do fluxo sanguíneo cerebral para selecionar pacientes e mostrou que a alteplase aumentou o número de pacientes que conseguiram retornar a todas as suas atividades usuais em 44% em comparação ao placebo, um resultado excelente para nossos pacientes”, disse o professor Davis.

O estudo internacional envolveu 225 participantes de uma grande colaboração multicêntrica em 25 hospitais na Austrália, Nova Zelândia, Finlândia e Taiwan. Os pacientes receberam alteplase (113 pacientes) ou placebo (112 pacientes). O professor de Neurologia da Universidade de Melbourne e pesquisador principal do estudo, Dr. Geoffrey Donnan, disse que os resultados do estudo provavelmente mudarão as diretrizes de tratamento do AVC e a prática clínica. “Esta pesquisa significa que os pacientes que eram anteriormente intratáveis ​​porque acordavam com sintomas de derrame ou estavam inevitavelmente atrasados ​​para chegar ao hospital agora podem se beneficiar”, disse o professor Donnan.

Embora esse avanço leve a mudanças radicais no tratamento do AVC, o professor Davis alerta que ainda é importante que as pessoas busquem ajuda o mais rápido possível, pois cada minuto conta quando se trata de pacientes com AVC. “Ainda é crítico que os pacientes com AVC sejam tratados o mais rápido possível e a proporção de pacientes que têm uma condição cerebral favorável que nos permite tratá-los pode cair rapidamente com o passar do tempo”, disse o professor Davis.

Coordenador médico do estudo EXTEND, o professor Dr. Henry Ma, da Monash Health, disse que a pesquisa significa que os pacientes que tiveram um derrame durante o sono serão muito beneficiados. “Isso é ótimo para os pacientes e reduzirá o impacto da deficiência relacionada ao AVC na Austrália e no mundo”.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Melbourne (em inglês).

Fonte: Holly Bennett, Unviersidade de Melbourne. Imagem: Pixabay.

 

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account