Notícia

Especialistas avaliam a relação entre acesso a telas antes de dormir e a qualidade do sono

Importantes especialistas em sono publicaram revisão científica exaustiva sobre o tempo de tela e sua influência sobre o sono

diana.grytsku via Freepik

Fonte

Universidade do Colorado em Boulder

Data

quinta-feira, 30 maio 2024 19:45

Áreas

Biologia. Comportamento. Neurociências. Saúde Pública. Sono.

Muito tempo de exposição às telas de dispositivos como smartphones e computadores antes de dormir prejudica o sono de crianças e adolescentes, e é em grande parte o conteúdo dessas telas que os mantém acordados. Mas ainda não está claro se a luz dessas telas também prejudica o sono ou se e como as telas também perturbam diretamente o sono dos adultos.

Esse é o consenso de 16 importantes especialistas em sono, incluindo dois pesquisadores da Universidade do Colorado em Boulder, nos Estados Unidos, que publicaram uma revisão científica exaustiva sobre o tempo de tela e sua influência sobre o sono na revista científica Sleep Health.

“Há muita pesquisa por aí… e as pessoas não têm certeza de como e para quem o uso da mídia está realmente causando perturbações do sono”, disse a Dra. Lauren Hartstein, coautora do artigo e ex-pós-doutoranda no Laboratório de Sono e Desenvolvimento da Universidade do Colorado em Boulder.

Para fornecer uma mensagem de saúde pública coerente e baseada na ciência, a National Sleep Foundation (NSF) convidou a Dra. Lauren Hartstein e outros 15 especialistas para rever mais de 2.200 artigos científicos sobre o assunto e fazer recomendações.

A equipe reduziu a pesquisa a 35 estudos experimentais e cinco artigos de revisão sistemática. Eles se reuniram durante um ano para desenvolver e construir um consenso, que teve três conclusões principais:

  • Em geral, o uso de telas prejudica a saúde do sono de crianças e adolescentes;
  • O conteúdo das telas antes de dormir prejudica a saúde do sono de crianças e adolescentes;
  • Estratégias e intervenções comportamentais podem atenuar os efeitos negativos do uso das telas na saúde do sono.

Notavelmente, o grupo não chegou a um consenso sobre se a luz das telas antes de dormir prejudica o sono também.

“Isso não quer dizer que o painel [de especialistas] concluiu que a luz das telas não afeta o sono”, disse a Dra. Lauren Hartstein. “Mas os dados atuais não são suficientemente fortes para podermos dizer conclusivamente que isso tem um efeito direto.”

Uma pesquisa anterior da Universidade do Colorado em Boulder mostrou que a luz das telas pode diminuir os níveis do hormônio melatonina, que induz o sono, em crianças pequenas, que podem ser mais vulneráveis ​​aos impactos da luz porque suas pupilas são maiores que as dos adultos. Mas este estudo anterior não analisou especificamente se a luz afetava a qualidade ou a duração do sono.

O painel de especialistas também não conseguiu chegar a um consenso sobre se o tempo geral de tela, a luz ou o conteúdo impactam o sono dos adultos.

Os adultos podem ser menos vulneráveis ​​aos impactos do conteúdo da tela porque os seus cérebros estão totalmente amadurecidos e estão menos sujeitos a interferências que podem surgir nos meios de comunicação baseados em telas, disse a Dra. Hartstein.

“Abordar o uso da tela pelos jovens realmente envolve toda a família. É importante que os pais conversem com os filhos sobre como eles usam a tecnologia e como ela pode afetar seu sono, para que possam construir hábitos saudáveis ​​que durem a vida toda”, concluiu a pesquisadora.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade do Colorado em Boulder (em inglês).

Fonte: Lisa Marshall, Universidade do Colorado em Boulder. Imagem: diana.grytsku via Freepik.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2024 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account