Notícia

Em breve, gestantes poderão detectar risco de pré-eclâmpsia com um smartphone

Divulgação, Universidade Purdue

Fonte

Universidade Purdue

Data

sexta-feira, 1 novembro 2019 15:15

Áreas

Saúde da Mulher. Inovação Tecnológica. Engenharia Biomédica.

Aproximadamente 15% dos partos prematuros nos EUA ocorrem devido a uma complicação da gravidez causada pela hipertensão, a chamada pré-eclâmpsia. Embora algumas vezes os sintomas se dissipem depois que a mãe dá à luz, a pré-eclâmpsia pode levar a danos permanentes nos rins ou até à morte.

Pesquisadores da Universidade Purdue estão desenvolvendo uma nova tecnologia que deve ajudar uma gestante a avaliar o risco de desenvolver pré-eclâmpsia usando um smartphone e um manguito de pressão arterial ambulatorial. O dispositivo detectará automaticamente alterações na pressão arterial indicativas de pré-eclâmpsia, enquanto ela alterna entre deitada de costas e de lado (esquerdo).

Em um estudo piloto com 25 mulheres com pelo menos 20 semanas de gravidez, a maioria das participantes considerou o procedimento fácil de seguir e o manguito confortável de usar, demonstrando a viabilidade de tornar o dispositivo um autoteste autônomo. O estudo foi publicado recentemente na revista cientifica Journal of Engineering and Science in Medical Diagnostics and Therapy. Os pesquisadores pretendem avançar o protótipo para um dispositivo autônomo no próximo ano.

“O objetivo é não apenas identificar pacientes com pré-eclâmpsia, mas também informar à paciente que ela está em maior risco de desenvolver essa condição em uma semana ou um mês a partir daquele momento”, disse o Dr. Craig Goergen, professor de Engenharia Biomédica da Universidade Purdue.

A tecnologia é uma versão automatizada de um teste simples desenvolvido na década de 1970 que mede alterações na pressão arterial de uma mulher em diferentes posições. Chamado de teste supino pressor, o método era preciso, mas caiu em desuso por causa de inconsistências no procedimento de teste, levando a medições incorretas. “Quando esse teste foi usado nas clínicas, todo mundo estava fazendo de maneira um pouco diferente. O que significa “lado esquerdo”? Quanto tempo leva? Não estava funcionando bem e foi basicamente negligenciado ”, disse o Dr. Goergen. “Mas se pudéssemos automatizar esse teste para indicar ao paciente quando a pressão arterial estava estabilizada, por exemplo, esse teste poderia ser realizado pela própria gestante em casa”, continua o especialista.

Os pesquisadores pediram às participantes que verificassem a pressão sanguínea deitada de lado e depois de costas. Um aplicativo para smartphone ajudou as participantes a saberem sobre a posição correta. O estudo também observou como 50 mulheres não grávidas usaram o dispositivo como linha de base.

Especialmente para partes do mundo com altas taxas de pré-eclâmpsia, mas com pouco acesso a uma clínica, os pesquisadores acreditam que esse dispositivo poderia reduzir as taxas de mortalidade.  “Este dispositivo tem muito potencial para ajudar mulheres grávidas em diversos contextos, particularmente em lugares remotos e países subdesenvolvidos”, disse Hamna Qureshi, primeira autora deste artigo.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia completa na Universidade Purdue (em inglês).

Fonte: Kayla Wiles, Universidade Purdue. Imagem: Divulgação, Universidade Purdue.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account