Destaque

Unicamp e SAS Brasil lançam laboratório de ensino e inovação em saúde digital

Fonte

Unicamp | Universidade Estadual de Campinas

Data

segunda-feira. 13 maio 2024 16:55

A Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (FCM-Unicamp) e a organização social Saúde, Alegria e Sustentabilidade Brasil (SAS Brasil) lançaram, no último dia 8 de maio, o primeiro laboratório de ensino e inovação social em saúde digital do Brasil. O encontro contou também com a presença da secretária de Saúde Digital do Ministério da Saúde, Ana Estela Haddad.

Denominado Living Lab (laboratório vivo, em tradução livre), o novo espaço será um polo de disseminação de modelos assistenciais a partir de plataformas de telemedicina e de soluções em saúde móvel e digital. O laboratório permitirá a realização de consultas e exames remotos, o compartilhamento de informações, a colaboração entre os profissionais de saúde e a interação com os pacientes que estejam em localidades diferentes são algumas das possibilidades. Instalado no Instituto de Otorrinolaringologia Cirurgia de Cabeça e Pescoço (IOU) da Unicamp, o Living Lab realizará atendimentos, oferecerá cursos livres e treinamento, além de promover projetos de extensão voltados para a área de Saúde Digital. O espaço contará com recursos da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), do Ministério da Saúde, de empresas privadas e de verbas oriundas de emendas parlamentares.

Com carretas adaptadas, dotadas de equipamentos para atendimento remoto, a SAS Brasil faz expedições itinerantes em regiões onde o acesso a médicos especialistas é limitado ou inexistente. Nessas caravanas, são oferecidas até 20 especialidades de saúde. No atendimento, um enfermeiro lotado em um posto de saúde no interior do Ceará, por exemplo, realiza procedimentos transmitidos a um médico no Rio de Janeiro. Esse profissional analisa os dados enviados e interage com a enfermeira e o paciente, exatamente como faria numa consulta presencial.

Diminuir o absenteísmo

O Dr. Rodolfo Pacagnella, professor do Departamento de Tocoginecologia da FCM-Unicamp, disse que o novo laboratório melhorará o acesso das pessoas aos serviços de saúde, reduzirá filas e diminuirá o absenteísmo — o não comparecimento do paciente à consulta. “Hoje, o absenteísmo gira em torno de 30%, mas em algumas áreas chega a 50%. E, muitas vezes, as pessoas deixam de comparecer à consulta não por irresponsabilidade, mas por dificuldades de deslocamentos”, explicou.

Segundo o professor Pacagnella, a pandemia mostrou a necessidade de aprimorar o acesso aos serviços de saúde: “Já sabíamos disso antes, mas, depois da pandemia, concluímos que as estratégias de teleatendimento deveriam ser ampliadas”. “Foi aí que pensamos numa parceria com a SAS Brasil, que é uma startup de empreendedorismo social que trabalha justamente com a ampliação do acesso à saúde. Queremos a construção de projetos de pesquisa e de educação em telessaúde.”

Sabine Zink, diretora e cofundadora da SAS Brasil, disse que o laboratório vivo inaugurado na Unicamp será um espaço para pesquisa, com testagem e validação de novos protocolos que poderão ser ensinados e disseminados entre estudantes e profissionais de saúde. Além disso, o espaço também permitirá atendimentos. “A ideia é desenvolver cursos e formar alunos em saúde digital, colaborando com a Unicamp e com a FCM nas disciplinas voltadas para essa área”, afirmou. “Por isso, trata-se de um laboratório vivo, em que podemos mostrar na prática como a saúde digital pode acontecer.”

Acesse a notícia completa na página da Unicamp.

Fonte: Tote Nunes, Unicamp.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2024 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account