Destaque

Em Portugal, equipe de pesquisa descobre funções equivalentes do pâncreas humano e do peixe-zebra

Fonte

Universidade do Porto

Data

sexta-feira. 6 maio 2022 10:15

Uma equipe de pesquisadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) da Universidade do Porto, em Portugal, liderada pelo cientista Dr. José Bessa, descobriu que existe equivalência de funções nos genomas não-codificantes do pâncreas humano e do peixe-zebra. Publicada na revista científica Nature Communications, a descoberta é classificada pelos pesquisadores como ‘extraordinária’, pois posiciona o peixe-zebra como um modelo ideal para compreender melhor algumas doenças humanas, como o câncer de pâncreas ou o diabetes, que em parte resultam de alterações no genoma não-codificante.

O DNA é composto por genes que codificam proteínas (cerca de 3%) e por uma outra parte designada de ‘genoma não-codificante’. Durante muito tempo pensou-se que esta grande parte do DNA não servia para nada, tendo sido chamada de ‘DNA-lixo’. Atualmente, sabe-se que a maioria das alterações genéticas associadas à disfunção pancreática estão em regiões não-codificantes do DNA.

A equipe de pesquisadores do grupo Vertebrate Development and Regeneration tem-se dedicado ao estudo do pâncreas, utilizando o peixe-zebra, um modelo animal fácil de manter, fácil de manipular geneticamente e cujo pâncreas é muito semelhante ao humano.

Os humanos e os peixes têm um ancestral comum, pelo que partilham uma conservação de genes, ou seja, mantêm-se muitas sequências genéticas ‘conservadas’ ou semelhantes. No entanto, em nível de genoma não-codificante – essa parte tão importante do DNA para estudar as doenças do pâncreas – existe uma grande divergência entre o homem e o peixe-zebra, daí estas serem chamadas sequências genéticas ‘não-conservadas’. Mas a equipe de pesquisa descobriu agora que, apesar dessa divergência tão grande em nível da sequência, as sequências não-codificantes partilham funções semelhantes. Ou seja, como sublinhou o Dr. José Bessa, “verificamos que existe uma equivalência funcional, o que é extraordinário, porque abre caminho para muitos estudos das doenças do pâncreas”.

A equipe concentrou-se na “comparação da atividade das regiões não codificantes em células pancreáticas humanas e do peixe-zebra, o que permitiu perceber quais as sequências que poderiam ter uma função regulatória equivalente, mesmo que a sequência genética fosse diferente”, explicou a doutoranda Joana Teixeira, uma das primeiras autoras do trabalho.

Os pesquisadores conseguiram identificar uma sequência reguladora com impacto no desenvolvimento pancreático do homem e uma outra que controla o pâncreas do peixe-zebra. Sequências diferentes, mas com funções semelhantes.

Com este trabalho, “propomos uma nova forma de identificação de elementos reguladores funcionalmente equivalentes, mas não conservados, entre as diferentes espécies, que passa pela combinação de ensaios funcionais em modelos animais e em células humanas”, concluiu Joana Teixeira.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade do Porto.

Fonte: Luísa Melo, i3S/Universidade do Porto.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account