Notícia

Desfibrilador cardíaco implantável subcutâneo pode melhorar segurança do paciente em relação ao dispositivo transvenoso

Os cardioversores-desfibriladores implantáveis tradicionais, embora altamente eficazes, envolvem a colocação de um fio através de uma veia, no tórax e no próprio coração

PaulT via Wikimedia Commons

Fonte

Universidade McMaster

Data

sexta-feira, 6 maio 2022 14:00

Áreas

Bioeletrônica. Cardiologia. Cirurgia. Engenharia Biomédica. Medicina.

Pacientes de alto risco que precisam de desfibriladores para prevenir parada cardíaca podem ter menos complicações com um tipo de dispositivo implantado sob a pele, descobriu um estudo  liderado por pesquisadores da Universidade McMaster, no Canadá.

Os cardioversores-desfibriladores implantáveis (ICDs, da sigla em inglês) tradicionais, embora altamente eficazes, envolvem a colocação de um fio através de uma veia, no tórax e no próprio coração. Os fios no desfibrilador tradicional – chamado de ICD transvenoso (TV-ICD) – podem causar complicações, incluindo perfurações no músculo cardíaco ou nos pulmões e coagulação do sangue nas veias.

Recentemente, um estudo, conduzido por pesquisadores do Population Health Research Institute (PHRI) da Universidade McMaster e do Hamilton Health Sciences (HHS), demonstrou que o tipo de desfibrilador cardíaco chamado ICD subcutâneo (S-ICD) reduziu as complicações do paciente em mais de 90%, em comparação com o TV-ICD.

O S-ICD, implantado sob a pele logo abaixo da axila do paciente, não envolve a colocação de eletrodos no coração ou nos vasos sanguíneos. Em vez disso, o S-ICD tem um eletrodo que corre sob a pele, ao lado do esterno. “O S-ICD reduz muito as complicações perioperatórias relacionadas aos fios sem comprometer significativamente o desempenho do ICD”, disse o Dr. Jeff Healey, cientista sênior do PHRI.

“O S-ICD é agora uma alternativa atraente ao TV-ICD, particularmente em pacientes com risco aumentado de complicações relacionadas aos fios”, acrescentou o Dr. Healey, professor de Medicina da Universidade McMaster e eletrofisiologista do HHS.

O Dr. Healey apresentou os resultados do estudo no Heart Rhythm 2022 em San Francisco, recentemente. O estudo envolveu 544 pacientes elegíveis (um quarto do sexo feminino) com idade média de 49 anos, em 14 centros clínicos no Canadá.

Eles foram rastreados eletrocardiograficamente; 251 pacientes foram randomizados para S-ICD e 252 pacientes para TV-ICD. Eles foram acompanhados por uma média de 2,5 anos até agora; o acompanhamento ainda está em andamento.

“Pacientes mais jovens são geralmente sub-representados em ensaios de ICD. No entanto, nosso estudo incluiu pacientes elegíveis para ICD de 18 a 60 anos que tinham uma síndrome cardiogenética ou estavam em alto risco de complicações relacionadas aos fios”, disse o Dr. Jeff Healey.

“O Canadá tem um forte histórico de ensaios clínicos de ICD e registros de pacientes com distúrbios hereditários do ritmo cardíaco”, concluiu o pesquisador. O estudo foi financiado pela Boston Scientific.

Acesse a notícia completa na página da Universidade McMaster (em inglês).

Fonte: Universidade McMaster. Imagem: ICD subcutâneo em radiografia lateral do tórax. Fonte: PaulT via Wikimedia Commons.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account