Notícia

Crianças e a ansiedade com o uso de máscaras

A Dra. Alisa Bahl, especialista em psicologia infantil da Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos, concedeu uma entrevista destacando como os pais e responsáveis podem ajudar a aliviar o estresse do uso de máscaras faciais pelas crianças

Pixabay

Fonte

Universidade de Virgínia

Data

sexta-feira, 9 outubro 2020 12:35

Áreas

Pediatria. Psicologia. Saúde da Criança.

Quando se considera que aproximadamente um terço das crianças sofre de algum transtorno de ansiedade, não é surpresa que a COVID-19 tenha introduzido ainda mais motivos de preocupação.

Além da preocupação em contrair a doença, uma nova preocupação surgiu. Algumas crianças estão lutando muito quando se trata de uma das diretrizes básicas para prevenir a propagação do novo coronavírus: usar uma máscara facial.

A Dra. Alisa Bahl, especialista em psicologia infantil do Hospital UVA Children’s da Faculdade de Medicina da Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos, disse que muitos de seus pacientes estão lutando com a ideia de usar uma máscara facial, às vezes por longos períodos de tempo. A Dra. Alisa concedeu uma entrevista ao portal de notícias da Universidade de Virgínia (UVA Today), destacando como os pais e responsáveis podem ajudar a aliviar o estresse do uso de máscaras faciais pelas crianças.

UVA Today: [A Dra.] pode explicar o que preocupa as crianças?

Dra. Alisa Bahl: As crianças estão experimentando uma variedade de ansiedades relacionadas à COVID, assim como o uso de máscaras. Uma, é claro, é o medo do vírus em si e se eles ou seus entes queridos ficarão doentes. E a segunda é sobre usar a máscara. Algumas crianças podem ficar com medo ao ver outras pessoas usando uma máscara, enquanto outras crianças podem ter medo de usar a máscara. Por exemplo, elas podem sentir que é desconfortável ou elas não serem capazes de respirar, ou talvez elas não gostem da sensação que está puxando suas orelhas.

UVA Today: De que situações estamos falando aqui? Retorno às aulas? Atletismo? Apenas saindo em público?

Dra. Alisa Bahl: Eu acho que você está acertando em todas as grandes áreas. Como as escolas estão fazendo a transição de volta para o aprendizado presencial em algum momento, mais crianças estão se reunindo com outras crianças ou podem estar envolvidas com esportes. Muitas perguntas surgem em relação ao uso da máscara e a certeza de que as crianças estejam seguras e que podem retornar a essas atividades.

UVA Today: De que faixa etária estamos falando?

Dra. Alisa Bahl: Para crianças em idade pré-escolar, pode ser que estejam inseguras. É estranho ou difícil ler as pistas sociais de outras pessoas. E isso continua até mesmo com os adolescentes, que têm outras coisas com as quais se preocupam, que podem estar relacionadas a como é a sensação em seu rosto, se é desconfortável, se eles se sentem confortáveis perto de outras pessoas. Pode ser toda uma gama [de ansiedades]. O que também pode incluir preocupações com a respiração ou se eles ficarão com calor quando estiverem participando de esportes, ou se estarão seguros quando usarem uma máscara quando estiverem respirando com dificuldade.

UVA Today: Como os pais podem ajudar seus filhos a superar seus medos?

Dra. Alisa Bahl: Então, eu realmente acho que temos que dividir isso em algumas áreas diferentes. Em primeiro lugar, é importante garantir que a criança tenha uma máscara confortável para usar. E isso pode envolver algumas coisas diferentes. Em primeiro lugar, os pais podem contribuir para que a criança goste de sua própria máscara. Elas podem estar mais propensas a usar uma máscara se forem capazes de escolher o material ou decorá-las, se houver possibilidade. Elas podem preferir uma máscara que tenha um personagem favorito ou algo que realmente lhes interessa, talvez até mesmo seu time favorito. Então, a primeira coisa é garantir que [as crinças] gostem da máscara.

A segunda coisa é certificar-se de que a máscara seja confortável para a criança. Muitas das máscaras têm alças de orelha, mas também existem outros designs que incluem tiras de cabeça que são elásticas, como usar óculos de natação. Algumas máscaras vêm com extensores de máscara que podem reduzir a pressão nas orelhas das crianças e às vezes também têm um protetor para o nariz para manter a máscara um pouco longe do rosto para que as crianças se sintam mais confortáveis durante atividades físicas.

UVA Today: A prática leva à perfeição. Faz sentido praticar o uso da máscara facial?

Dra. Alisa Bahl: Sim. Outra área é realmente pensar em como preparar uma criança para o [uso da máscara com] sucesso antes que ela realmente precise usar a máscara. E então, assim como com qualquer novo comportamento, devemos praticar em um momento em que não estejamos ansiosos e não estejamos pressionados. O mesmo vale para a capacidade de usar uma máscara quando as crianças retornam à escola ou às atividades com os colegas. Para fazer isso, é útil fornecer uma explicação para usar a máscara em uma linguagem que seja apropriada para o desenvolvimento dessa criança. Uma explicação deve ser positiva e de apoio, em vez de usar o medo como estratégia para motivar a criança.

Assim, por exemplo, um pai pode dizer: “Estamos usando uma máscara para manter a nós mesmos e as outras pessoas seguras”. Ou eles podem dizer algo como: “Estamos usando uma máscara para evitar que o vírus passe de uma pessoa para outra”, de modo que isso apenas os ajude a entender a importância ou por que estão fazendo isso. Ele dá uma justificativa para o uso da máscara.

UVA Today: Existem expectativas que os pais devem expor aos filhos?

Dra. Alisa Bahl: Sim. Os pais devem realmente se certificar de fornecer regras e expectativas claras sobre como seria o uso de máscara apropriada. Então, pode ser algo como: “Você deve manter a máscara sobre o nariz e tentar não tocar a boca com as mãos”.

Com relação a preparar as crianças, tem a ideia de deixar as crianças se ‘aquecerem’ com a ideia de usar uma máscara. Isso pode envolver os exemplos para as crianças. Então, se adultos ou cuidadores ou entes queridos estão usando máscara, e eles saem e usam a máscara e também usam a máscara pela casa em horários normais, isso começa a normalizar o uso de máscara em um ambiente não ameaçador.

E a outra coisa que os pais podem fazer é permitir que as crianças brinquem com máscaras, com bonecos ou bichinhos de pelúcia favoritos, para que tenham a oportunidade de usar máscaras com esses brinquedos favoritos.

UVA Today: Usar uma máscara por um longo período de tempo pode ser muito desconfortável. Onde é que ser honesto sobre isso se encaixa em ajudar uma criança a superar sua ansiedade?

Dra. Alisa Bahl: É normal dizer: “Ah, eu odeio usar essa máscara o dia todo” ou “Esta máscara é realmente desconfortável.” Mas é importante que os pais usem as habilidades de enfrentamento adequadas, talvez dizendo: “Esta máscara é realmente desconfortável, mas eu sei que preciso usá-la e estou muito feliz por poder sair com meus amigos”. Isso reconhece seus sentimentos, que não é a coisa mais confortável. Permitir que as crianças expressem esses sentimentos é útil.

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Virgínia (em inglês).

Fonte: Jane Kelly, UVA Today, Universidade de Virgínia. Imagem: Pixabay.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2020 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account