Notícia

CNEN e Sociedade de Radioterapia formalizam acordo para fortalecer a proteção radiológica

Formalização visa profissionalizar ações

E. R. Paiva

Fonte

IPEN | Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Data

sexta-feira, 11 maio 2018 17:40

Áreas

Medicina Nuclear. Radiologia. Radioterapia.

Visando ao fortalecimento da proteção radiológica e da segurança de profissionais expostos em áreas destinadas à radioterapia, um acordo de parceria entre a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e a Sociedade Brasileira de Radioterapia (SBRT) foi firmado pelos respectivos presidentes Dr. Paulo Roberto Pertusi e Dr. Arthur Accioly Rosa, em solenidade realizada no último dia 10 de maio, na Superintendência do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), na Cidade Universitária, São Paulo.

De acordo com o Dr. Paulo Pertusi, a decisão de formalizar o acordo no IPEN se deu pelo entendimento de que “é importante que a CNEN se faça presente em suas várias unidades para que elas também se sintam mais presentes na organização como um todo”. Nessa perspectiva, o presidente da autarquia acrescentou que pretende realizar outros eventos “itinerantes” – a CNEN tem unidades no próprio Rio de Janeiro (IRD e IEN), onde está a sua sede, em Belo Horizonte (CDTN), em Goiânia (CRCN-CO) e em Recife (CRCN-NE).

O Dr. Alexandre Gromann, diretor de Radioproteção e Segurança Nuclear (DRS) da CNEN, afirmou que regulação e fiscalização também são muito importantes, como a pesquisa, e salientou a importância da formalização da parceria com a SBRT. “Para nós, da DRS, está muito claro o significado dessa estreita cooperação, uma vez que existe realmente uma atividade bastante próxima entre a DRS e a sociedade, na área do Facure”, disse, referindo-se à Coordenação Geral de Instalações Médicas e Industriais da CNEN, comandada por Alessandro Facure.

Profissionalização

Homero Lavieri Martins, da ABFM, parabenizou CNEN e SBRT pela formalização do acordo, alertando para que a relação entre ambas não seja de caráter pessoal e sim profissional. “Que esse acordo possa realmente se refletir em uma relação menos ‘pessoal’, de boa vontade, e mais formal, que seja um acordo bem feito e bem regulamentado”.

Ao final, o Dr. Paulo Roberto Pertusi comentou que a CNEN também via esse “fenômeno de pessoalizar” as ações, mas que esse acordo traria avanços nessa direção. Elogiou publicamente o trabalho de Alexandre Gromann à frente da DRS e encerrou falando da missão da autarquia. “Nossa visão é servir a sociedade brasileira na parte regulatória – importantíssima, na pesquisa e desenvolvimento”.

Acesse a notícia completa na página do IPEN.

Fonte: IPEN. Imagem: E. R. Paiva.

Leia também:

Fale Conosco

Enviando

©2018 Portal Tech4Health Canal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional na área de Saúde e Tecnologias

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account