Notícia

Cientistas descobrem nova camada de músculo da mandíbula

Cientistas da Universidade da Basileia descobriram e descreveram em detalhes pela primeira vez uma seção anteriormente não considerada dos músculos da mandíbula

Jens C. Türp, UZB

Fonte

Universidade da Basileia

Data

segunda-feira, 27 dezembro 2021 14:55

Áreas

Anatomia. Medicina. Odontologia.

O músculo masseter é o mais proeminente dos músculos da mandíbula. Se você colocar os dedos na parte de trás das bochechas e pressionar os dentes, sentirá o músculo se contrair. Os livros de anatomia geralmente descrevem o masseter dividido em uma parte superficial e outra profunda.

Recentemente, pesquisadores liderados pela Dra. Szilvia Mezey, do Departamento de Biomedicina da Universidade da Basileia, e pelo Dr. Jens Christoph Türp, professor do Centro Universitário de Medicina Dentária da Basileia (UZB), na Suíça, descreveram a estrutura do músculo masseter como consistindo em uma terceira camada adicional, ainda mais profunda. Na revista científica Annals of Anatomy, eles propõem que essa camada receba o nome de ‘Musculus masseter pars coronidea’ – em outras palavras, seção coronoide do masseter – porque a camada de músculo recentemente descrita está ligada ao processo coronoide da mandíbula.

O estudo anatômico foi baseado no exame detalhado da musculatura da mandíbula fixada em formalina, tomografia computadorizada e análise de seções de tecido de pessoas falecidas que doaram seus corpos para a ciência. Essas observações foram adicionadas aos dados de ressonância magnética de uma pessoa viva.

Como se uma nova espécie animal tivesse sido descoberta

“Esta seção profunda do músculo masseter é claramente distinguível das duas outras camadas em termos de seu curso e função”, explicou a Dra. Mezey. O arranjo das fibras musculares, disse ela, sugere que essa camada está envolvida na estabilização da mandíbula. Também parece ser a única parte do masseter que pode puxar a mandíbula para trás – ou seja, em direção à orelha.

Observações em estudos de anatomia histórica e livros didáticos revelaram que a estrutura do músculo masseter já havia levantado questões no passado. Em uma edição anterior da Gray’s Anatomy, do ano de 1995, os editores também descrevem o músculo masseter como tendo três camadas, embora os estudos citados tenham sido baseados na musculatura da mandíbula de outras espécies e parcialmente contradizem um ao outro.

Outros estudos individuais do início dos anos 2000 também relataram três camadas, mas eles dividiram a seção superficial do masseter em duas camadas e concordaram com os trabalhos padrão em sua descrição da seção mais profunda.

“Em vista dessas descrições contraditórias, queríamos examinar a estrutura do músculo masseter novamente de forma abrangente. Embora seja geralmente assumido que a pesquisa anatômica nos últimos 100 anos não deixou pedra sobre pedra, nossa descoberta é um pouco como zoólogos descobrindo uma nova espécie de vertebrado”, concluiu o Dr. Jens Türp.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na Universidade da Basileia (em inglês).

Fonte: Universidade da Basileia. Imagem: A camada muscular recentemente descoberta (vermelha) vai da parte da bochecha até o processo muscular anterior da mandíbula. O músculo masseter, portanto, não consiste apenas em uma parte superficial (S) e profunda (D), mas também possui uma camada mais profunda (C = coronoide), que agora foi descrita pela primeira vez. Fonte: Jens C. Türp, UZB.

Em suas publicações, o Portal Tech4Health da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Portal Tech4Health tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 tech4health t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account