Notícia

Aplicativo pode melhorar anestesias odontológicas

Alunos da UFRJ criaram um aplicativo para auxiliar profissionais a melhorarem a qualidade das anestesias nos consultórios odontológicos

 

 

Raphael Pizzino - CoordCOM/UFRJ

Fonte

UFRJ | Universidade Federal do Rio de Janeiro

Data

sexta-feira, 13 abril 2018 12:25

Áreas

Odontologia. Computação. Bioinformática.

Estudantes da UFRJ criaram um aplicativo de celular que auxiliará profissionais a melhorarem a qualidade das anestesias nos consultórios odontológicos. Com interface e recursos simples, o Anestesia do Bem indica, em poucos segundos, a dosagem exata que deve ser aplicada a cada paciente. No dia a dia, o cálculo é feito à mão ou por meio de uma dosagem padrão.

Edgar Souza, Kaíque Guerra e Eduardo Fernandes, estudantes da Faculdade de Odontologia, desenvolveram o aplicativo em parceria com a Empresa Júnior de Consultoria e Desenvolvimento Web da UFRJ (EJCM). Segundo eles, o projeto inovador ajudará a garantir mais segurança e rapidez nos procedimentos.

“No caso de mepivacaína 3%, por exemplo, segundo a dosagem máxima permitida pelo fabricante, podem-se usar sete tubetes. Porém, em um paciente de 40kg, segundo o cálculo correto, utilizaríamos quatro tubetes. Levando em consideração um paciente com algum comprometimento sistêmico, este tipo de erro pode ser perigoso”, explicam.

“A anestesiologia é uma área que gera muitas dúvidas e estou certo de que este aplicativo vai se tornar uma ferramenta importante na prática clínica dos profissionais e no ensino de Odontologia”, afirma o Dr. Jônatas Caldeira Esteves, professor adjunto do departamento de Cirurgia Oral da UFRJ. Segundo ele, o aplicativo “é uma ideia inovadora dentro da Odontologia” e beneficiará os profissionais no dia a dia, nas situações clínicas que precisam ser resolvidas imediatamente”.

Fatores considerados

“Os tipos de anestésicos estão diretamente ligados à condição sistêmica que o paciente possui. O Anestesia do Bem cruza as informações das condições físicas, encontrando a melhor solução anestésica para cada caso”, destaca Eduardo.

Idade, peso e ASA (escala da Sociedade Americana de Anestesiologistas) são algumas das informações preenchidas pelo usuário do aplicativo. A escala leva em conta fatores como gravidez, hipertensão e diabetes, entre outros, para determinar a dosagem a ser utilizada.

Os estudantes afirmam que, em geral, o profissional que precisa escolher um anestésico pouco comum acaba encaminhando o paciente para outro consultório ou recorrendo à bibliografia de anestesiologia para descobrir qual substância usar.

“Já aquele que busca realizar o cálculo corretamente, deveria lançar mão de papel e caneta, além de informações do fabricante do anestésico e fazer a conta manualmente, o que levaria alguns minutos, além de não ser agradável ao paciente que presencia essa situação”, diz Kaíque.

Lançamento

Anestesia do Bem está disponível para download desde o último dia 9 de abril, com lançamento durante a 27ª Jornada Acadêmica da Faculdade de Odontologia (Jafo) da UFRJ. Começa operando em Android e a partir do dia 16 de abril pode ser usado também no sistema iOS.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Gabinete do Reitor, UFRJ. Imagem: Raphael Pizzino – CoordCOM/UFRJ.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Ambiental e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Ambiental, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2018 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account