Notícia

Aplicativo pode auxiliar na decisão de transfusão de sangue maciça

Ao abordar pacientes traumaticamente lesados é necessária uma tomada de decisão eficaz, especialmente em relação à ativação do protocolo de transfusão de sangue maciça

Pixabay

Fonte

Universidade Uniformed Services

Data

sexta-feira, 28 dezembro 2018 16:20

Áreas

Medicina. Medicina Intensiva. Emergência.

Segundo o Colégio Americano de Cirurgiões, “a hemorragia é a causa mais comum de morte na primeira hora de chegada” a um centro de trauma. Quase metade de todas as mortes nas primeiras 24 horas após uma lesão traumática e mais de 80% das fatalidades no centro cirúrgico são porque o paciente sangrou até a morte. Apenas uma pequena porcentagem dos pacientes com trauma recebe transfusões de sangue, mas esses poucos pacientes costumam consumir quase três quartos do suprimento de sangue de transfusão do centro. Protocolos de transfusão maciça de sangue (MTPs, do inglês) foram desenvolvidos e implementados para ajudar a orientar o uso adequado do suprimento de sangue e, ao mesmo tempo, salvar vidas.

Ao abordar pacientes traumaticamente lesados é necessária uma tomada de decisão eficaz, especialmente em relação à ativação do protocolo MTP da instituição. A implementação desse tipo de protocolo pode ter um comprometimento significativo de recursos, que tendem a ser relativamente escassos, tanto em termos de pessoal quanto de material. Os profissionais da prática clínicos geralmente se deparam com essa decisão crítica, que deve ser tomada apenas com alguns dados básicos e sua própria experiência e julgamento clínico.

A Universidade “Uniformed Services” de Ciências da Saúde (USU), nos Estados Unidos, criou um aplicativo estatisticamente poderoso e preciso para auxiliar nesta escassez de materiais e dados que podem ajudar um clínico nesta decisão que salva vidas.

Sistemas de pontuação previamente publicados – métodos para considerar as variáveis ​​da condição do paciente para determinar a melhor ação – são de pouca utilidade à beira do leito, pois são excessivamente simplistas (e, portanto, não suficientemente precisos) ou então são muito complicados em relação à usabilidade.

O aplicativo desenvolvido permite a previsão precisa de transfusão maciça com base em um sofisticado modelo estatístico criado usando variáveis ​​de admissão prontamente disponíveis para o médico à beira do leito. O aplicativo MTP foi validado em uma coorte de 363 pacientes e foi recentemente transformado em uma ferramenta de suporte à decisão clínica habilitada pela Fast Healthcare Interoperability Resources para permitir a inserção contínua nos registros de saúde eletrônicos atuais.

Acesse a notícia completa no blog da Universidade “Uniformed Services” (em inglês).

Acesse o “Guia para o Uso de Hemocomponentes”, do Ministério da Saúde.

Fonte: Zachary Willis, Universidade “Uniformed Services”. Imagem: Pixabay.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que cadastrados no Portal Tech4Health e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Portal Tech4Health, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

Entre em Contato

Enviando

2019 Portal Tech4Health | Portal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account